INSUMOS PARA AS 6 REFEIÇÕES DIÁRIAS – CEIA (22H)

A sexta e última refeição do dia é a ceia, que eu faço às 22 horas. Nesta refeição vou dar uma de inglês, e também em homenagem a minha mãe, que não dormia sem tomar o seu chá com torradas. Tenho um utensílio que é muito prático para aquecer água no quarto em que durmo. Um ebulidor ou rabo quente (220 volts) que ferve a água em poucos minutos.

ItensDescriçãoQuantidadeValor
1Chá desidratada1 saquinhoR$ 0,30
2Água mineral1 canecaR$ 0,32
3Torradas Bauducco1 fatiaR$ 0,15
TOTALR$ 0,77

A ceia custa em torno de R $0,77 reais por dia, com o custo mensal de R $23,10. O custo mensal acumulado das seis refeições é de R $538,20.

A comida é meu maior gasto. Mas sem dúvida o mais importante, pois nossa saúde física e até mental depende do que comemos. Portanto nunca penso que é um gasto e sim um investimento. Não esqueço nunca de tomar água, bebo quase 2 litros por dia.

Fontes e Imagens: Carlos Pojo Rego

INSUMOS PARA AS 6 REFEIÇÕES DIÁRIAS – JANTAR (19H)

A quinta refeição é o jantar, que eu faço às 19 horas. Adoro sopa, caldos e cremes, que acompanho com croutons (croûton), que são aquelas mini torradas da culinária francesa, que coloco sobre as sopas.

No jantar posso utilizar as sopas desidratadas de pacote ou fazê-las na cozinha da casa em que moro. Sempre é mais saudável aquela que nós mesmos fazemos com produtos frescos e cozida em fogo baixo.

ItensDescriçãoQuantidadeValor
1Sopa desidratada2 colheresR$ 1,62
2Água mineral1 canecaR$ 0,32
3Torradas Bauducco 2 fatiasR$ 0,30
TOTALR$ 2,24

O jantar custa em torno de R $2,24 reais por dia, com o custo mensal de R $67,20. 

Na postagem do dia 16 de julho de 2021, sexta-feira, vou falar sobre a ceia, que normalmente faço às 22 horas. 

Fontes e Imagens: Carlos Pojo Rego

AS 6 REFEIÇÕES DIÁRIAS – ALMOÇO (13H)

A quarta refeição é o almoço, que eu gosto de comer por volta das 13 horas. Esta refeição pode ser feita por mim, quando tenho acesso a cozinha da casa em que moro. Como adoro a culinária italiana, lembrando do meu bom amigo Octavio, vou conviver diariamente com muitos tipos de massas: Espaguete, Linguine, Talharim, Fettucine, tagliatelle e pappardelle, Bucatini (macarrão furadinho), Penne, Rigatoni, Fusili (macarrão parafuso), Farfalle (gravatinha), Chifferi (caracol), Ravioli (massa recheada), Capeletti e Tortellini (Massa recheada). Vixi massa que não acaba mais!

Também gosto de comprá-la de um fornecedor local, que faz marmitas ou um restaurante com buffet. Procuro sempre comer como um vegetariano, mas algumas poucas vezes como peixe.

ItensDescriçãoQuantidadeValor
1Refeição vegetariana e peixe1 marmitaR$ 8,50
2Água mineral1 canecaR$ 0,32
TOTALR$ 8,82

O almoço custa em torno de R $8,82 por dia, com o custo mensal de R $264,60. 

Na próxima postagem, dia 15 de julho de 2021, quinta-feira, vou falar sobre o jantar, que é a minha quinta refeição do dia.

Fontes e Imagens: Carlos Pojo Rego

AS 6 REFEIÇÕES DIÁRIAS – OS LANCHES DA MANHÃ (10H) E DA TARDE (15H)

Por serem refeições complementares vou colocar duas na mesma postagem, o lanche da manhã e da tarde. No Lanche da manhã, às 10 horas, eu como uma ou duas frutas da estação; banana, bergamota, caqui ou dióspiro, kiwi, maçã, além de nutritivas são bem frescas e geralmente com bom preço.

ItensDescriçãoQuantidadeValor
1Banana e bergamota2 unidadeR$ 1,33
2Água mineral1 canecaR$ 0,32
TOTALR$ 1,65

O lanche da manhã custa em torno de R $1,65 reais por dia, com o custo mensal de R $49,50. 

O lanche da tarde, eu faço no meio da tarde entre as 15 e 16 horas.

ItensDescriçãoQuantidadeValor
1Café Nescafé2 colheresR$ 0,27
2Açúcar mascavo1 colherR$ 0,07
3Requeijão cremoso2 colheresR$ 0,38
5Torradas Bauducco2 fatiasR$ 0,30
6Água mineral1 canecaR$ 0,32,
TOTALR$ 1,00

O lanche da tarde custa em torno de R $1,00 reais por dia, com o custo mensal de R $30,00. 

Na postagem do dia 14 de julho de 2021, quarta-feira, vou falar sobre o almoço, que normalmente faço até as 13 horas.

Fontes e Imagens: Carlos Pojo Rego

AS 6 REFEIÇÕES DIÁRIAS – CAFÉ DA MANHà(7H)

Acrescentei dois novos utensílios para facilitar as refeições no quarto em que moro, um ebulidor elétrico, conhecido como rabo quente (220 volts), que ou posso ferver água em poucos minutos e uma caneca esmaltada, segue abaixo a descrição dos insumos gastos, as quantidades e custos utilizados.

Eu utilizo, para minhas “receitas” de um sistema bem fáceis com cinco medidas, sempre tive dificuldades, com medidas como peso (grama, quilo), volume (ml, litro), pois preciso de um utensílio para medir (balança , medidor): 1) Colher de bambu, para medir a quantidade utilizada de requeijão, açúcar, granola, sopa desidratada, 2) Caneca esmaltada cheia a um dedo da borda, que utilizo para líquidos, 3) Unidade de frutas, 4) Fatia no caso de queijo e torrada e 5) os saquinho de papel de chá

Vamos começar pelo Café da manhã ou pequeno almoço, como nós dissemos em Portugal, eu normalmente faço esta refeição bem cedo, às 7 horas da manhã.

ItensDescriçãoQuantidadeValor
1Açúcar mascavo1 colherR$ 0,07
2Leite1 canecaR$ 1,00
3Granola natural2 colheresR$ 0,36
4Queijo mussarela2 fatiasR$ 1,75
5Torradas Bauducco2 fatiasR$ 0,30
6Água mineral1 canecaR$ 0,32,
TOTALR$ 3,46

Nesta semana vou comer pela manhã, leite frio, com granola e açúcar mascavo. torradas com fatias de queijo mussarela e um bom copo de água mineral. Mudo o cardápio toda a semana, alterando o leite por café preto e a torrada por pão fresco, como exemplo. O café da manhã custa em torno de R $3,46 reais por dia, com o custo mensal de R $103,80. Minha previsão é gastar uns R $550,00 mensais com as 6 refeições por dia.

Na postagem do dia 13 de julho de 2021 vou falar sobre os dois lanches diários, o da manhã (às 10 horas) e o da tarde (às 16 horas).

Fontes e Imagens: Carlos Pojo Rego

ALIMENTAÇÃO – FAZER SOPA E CHÁ NO QUARTO

Nesta semana, terça-feira dia 6/7/2021, fiz uma postagem com a introdução a alimentação a falar dos utensílios e insumos utilizados para fazer as minhas refeições. 

Apesar de pouco tempo de prática na “cozinha” do Andante Digital percebi que precisava fazer algumas pequenas modificações na lista de utensílios e por consequência dos insumos. As modificações são a saída dos canudos (palhinhas) e seu limpador metálico no grupo de uso Comer (Alimentar). Os utensílios para alimentação, da direita para esquerda, passam a ser:   01) Marmita de inox com tampa, 02) uma caneca esmaltada, 03) Ebulidor elétrico (rabo quente), 04) Garrafa de metal (Squeeze), 05) Conjunto de talheres de bambu (garfo, colher, faca e hashi) com bolsa de tecido.

A lista dos insumos, você vai poder ver na postagem do dia 12 de julho de 2021.

Fontes e Imagens: Carlos Pojo Rego

PESSOAS FELIZES NÃO PRECISAM CONSUMIR

Serge Latouche, filósofo, nascido na França há 70 anos, o ideólogo do decrescimento, estudou como nossa sociedade criou uma religião em torno do crescimento e do consumismo. Latouche salienta que o ritmo atual de crescimento da economia global é tão insustentável como a deterioração e a falta de recursos no planeta.

Na sua opinião, se a queda do crescimento não for controlada, “a queda que já estamos experimentando” será o resultado do colapso de uma forma insustentável do capitalismo, e também será excessiva e traumática.

A partir de um projeto qualificado como “ecossocialista”, além de consumir menos, a sociedade deve consumir melhor, para qual propôs que se produzisse perto de onde mora e de forma ecológica evitar que por qualquer fronteira circule milhares de caminhões transportando comida.

Ele lembra com um louvor ao estoicismo representado por Sêneca: “A felicidade não é alcançada se não podemos limitar nossos desejos e necessidades.”

Fontes e Imagens: Pensar Contemporâneo 

UMA VEZ POR ANO VISITE UM LUGAR QUE NUNCA ESTEVE

Viajar é a melhor maneira de aumentar seu conhecimento e cultura, compreeder diferentes maneiras de viver e descobrir a sua paixão. Vi num site os 40 lugares no mundo que temos de viajar pelo menos uma vez na vida.

Fiz uma lista com os dez que mais me tocaram:Na América latina:
1. Salar de Uyuni na Bolívia;
2. Baloiço do fim do mundo em Baños no Equador;
3. Cuatro Cienegas no México;
Na Europa:
4. Campos de lavanda na França;
5. Stonehenge na Inglaterra;
6. Campos de tulipas na Holanda;
7. Rota Trollstigen na Noruega;
Na Ásia:
8. Templo de Angkor Wat no Camboja;
9. Festival das lanternas em Chiang Mai na Tailândia;
10. Campos de Arroz no Vietnã;

E boas viagens para nós todos.

Fontes e Imagens: Viajero Peligrino