ESTAMOS CRIANDO IMBECIS DIGITAIS

Michel Desmurget, especializado em neurociência cognitiva e diretor de pesquisa do Instituto Nacional de Saúde da França, escreveu vários livros sobre o tema do mundo digital e como elas afetam o desempenho cognitivo na infância e na adolescência. Desmurget  acaba de publicar mais um livro, A Fábrica de Cretinos Digitais: Os perigos das telas para nossas crianças” (Amazon – R $64,90), com este tema.

“Simplesmente não há desculpa para o que estamos fazendo com nossos filhos e como estamos colocando em risco seu futuro e desenvolvimento”. Muito triste ver o desenvolvimento de nossos filhos destruídos desta maneira. Incrível, que os gurus digitais criam seus filhos fora das telas (ecrãs),  como Bill Gates, criador da Microsoft, e Steve Jobs, criador da Apple, “têm especial cuidado em proteger seus filhos dos produtos que eles nos vendem”, disse Desmurget.

E completa: “A orgia digital atual está arrasando as bases mais essenciais de nossa humanidade: a linguagem, a concentração, a capacidade de memória, a criatividade, a cultura (no sentido de um corpo de conhecimento que permite compreender e pensar o mundo). Você tem razão, isso me irrita profundamente”.

Desmunget fala sobre a proposta de substituir o professor pelo digital:”O software de aprendizagem é melhor do que nada, mas é infinitamente pior que um professor competente. A tecnologia digital parece ser uma necessidade orçamentária, mas seria desejável que isso fosse dito com clareza, sem tentar fazer passar esta renúncia educacional como progresso educacional”.

As evidências, ele aponta, estão aí, diante de todos: “Já há um tempo que os testes de QI têm apontado que as novas gerações são menos inteligentes que as anteriores”.

Fontes e Imagens: Portal Raízes, El País

VIAJES SEMPRE COM TEUS FILHOS.

Foto de Olya Kobruseva no Pexels

Viagens de férias com seus filhos, os tornam mais felizes e independentes, sem dúvida é o melhor presente de aniversário ou nas datas especiais.

No estudo realizado e publicado pelo The Jornal of Social and Personal Relationships, com mais de 500 pessoas, o melhor presente que já receberam, foram as experiências e novos lugares que as viagens proporcionam.

As viagens de férias, proporcionam impulsos para a felicidade a longo prazo e tornam as crianças mais inteligentes, conforme artigo no The Telegrah, da pesquisa da Dra. Margot Sunderlan

A pesquisa descobriu que pequenos momentos de positividade, como uma palavra gentil, abraçar uma criança, receber compaixão, fazem as pessoas se sentirem mais amadas. Dra. Sunderlan escreve; “Se você está no dilema de comprar um tablet ou férias, considere o benefício cognitivo que a viagem terá no desenvolvimento da criança.”

A ideia de oferecer às crianças o mais do nosso tempo, possa parecer pouco em relação a presentes caros e da moda. Mas pesquisas recentes mostram que a experiência humana vivida e compartilhada entre os pais e seus filhos, fortalecem muito os seus laços afetivos.

Fontes e Imagens: Viajero peligro