o livro do desassossego

Imagem de Carlos Pojo Rego

O Livro do Desassossego, um romance de Fernando Pessoa, mas “escrito” por Bernardo Soares um dos seus vários heterônimos. Que difere do pseudônimo, pois, o heterônimo constitui uma personalidade própria e por vezes diferente do “verdadeiro” escritor.

Sem uma narrativa tradicional o livro são fragmentos de pensamentos, escritos entre 1913 a 1935, avulsos, embaralhados e sem uma noção de tempo.

“O que temos aqui não é um livro mas sua subversão e negação” escreve o pesquisador Richard Zenith na introdução da edição que li no livro.

Mas suas páginas revelam o gênio de um autor no seu auge.

O livro deste mês era o de Mia Couto, “Terra Sonâmbula”, mas acabei de começar dezembro a ler Pessoa. Couto fica para janeiro. 

Advertisement

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s